Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mar

literatura, cinema e afins

mar

literatura, cinema e afins

Sex | 29.06.18

Literatura | Opinião: "Mulheres", de Carol Rossetti

Mar Pereira

123.PNG

 Para mais informações, clica aqui.

XXXXx.png

Começo já por dizer que este livro merece todas as estrelas que o Universo lhe possa dar. Realmente, merece.

Normalmente, quando leio um livro muito bom, fico sempre um pouco abanada pelo mesmo; fico sem palavras para descrever a importância do mesmo.

É como se a qualidade do livro me sugasse as palavras – o que, desde já, é muito injusto. Quem me dera ter palavras suficientes para dizer a toda a gente: “peguem neste livro, apreciem-no, envolvam-se e amem-no, tal e qual ele tem direito a ser amado.”

E é injusto não ter palavras para isso.

Todo este livro se baseia na liberdade de escolhermos amar-nos, tal como somos. Celebrar as nossas (im)perfeições. Através de ilustrações belíssimas, sempre acompanhadas de uma história, Carol Rossetti mostra ao mundo, sem medo nem tabus, que qualquer mulher, mas, sobretudo, qualquer ser humano deve ser amado e deve, acima de tudo, amar-se a si próprio.

É um daqueles livros que tem a capacidade de arrancar de mim um “toda a gente devia ler isto. Sem exceção.”. Porque, realmente, devia.

O amor é um algo que a todos os seres humanos têm direito.

Sendo sobreviver e viver coisas diferentes, penso que é justo afirmar que precisamos de ar para sobreviver e de amor-próprio para viver.

Temos que, de alguma maneira, começar a quebrar os tabus que nos ocultam a igualdade, a liberdade e a diversidade. Comemos, então, a amar-nos como somos. A não ter medo de assumirmos o que quer que tenhamos para assumir, a sorrir porque sim, porque estamos de bem com a vida, e porque um sorriso não precisa de ter obrigatoriamente um sentido – precisa apenas de ser o espelho de nós próprios.

Sim, o ar que respiramos, o feminismo, o amor-próprio, o respeito. São tudo ingredientes indispensáveis à vida de um ser humano.

E, já agora, deixemos de julgar. Já é mais do que hora de começarmos a celebrar o que este mundo tem de melhor – a diversidade.

(Partilho, convosco, algumas das minhas partes favoritas.)

 

Capturar

Capturar.PNG

Capturar.PNG

XXXXx.png

★★★★★

5/5 - Excelente

 

 Até breve! 😊