Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mar

literatura, cinema e afins

mar

literatura, cinema e afins

Sab | 30.06.18

Experiências | A Minha Aventura Com o Voluntariado

Mar Pereira

Quem me segue no Twitter e quem me conhece já sabe que este ano letivo está-me a trazer não só novas amizades, como novos espaços, mas também novas experiências.

Desde que me lembro, sempre estive envolvida em projetos da escola: Clube de Contos, Clube de Poesia, Clube de Dramatização… Já estava, portanto, habituada a fazer algo em prol da escola onde estudava ou de participar nas suas iniciativas. E, embora isto tomasse grande parte do meu tempo, sempre fizeram de mim uma pessoa mais feliz.

Mas, este ano, decidi experimentar algo diferente: o voluntariado.

Todas as quartas feiras, abdico de duas horas do meu tempo para ir para a biblioteca da escola ajudar meninos do 3º ciclo com os trabalhos de casa, a estudar para os testes, a praticar e a melhorar em algumas disciplinas a que tenham mais dificuldade, e coisas desse género. É como se me tornasse uma mini, mini, mini professora por umas horinhas.

Ainda que o meu futuro no mercado de trabalho esteja longe, de todo o ensino é uma opção que eu deixe de lado e considero, muito sinceramente, esta minha nova aventura uma ótima maneira de praticar os meus pequenos dotes de professora (*risos*).

Até agora, tenho apenas trabalhado com uma menina do 9º Ano, mas posso já dizer que esta experiência tem sido uma das melhores coisas de sempre.

É tão gratificante ouvir o “Ah, agora já percebi!” ou “Já consegui fazer este exercício!” e depois um “Obrigada pela ajuda!”. Acho que, realmente, ser professor deve ser uma das profissões mais gratificantes de sempre, por estes motivos.

Por isso, entrar todas as quartas feiras na biblioteca, depois de uma manhã cheia de aulas, depois de um mês cheio de testes, trabalhos e apresentações e falta de horas de sono, chegar lá, partilhar o meu não tão grande conhecimento com alguém e ver que esse alguém o aprecia, faz-me sair de lá com o coração cheio. Muito cheio.

Prometo voltar com mais novidades e updates ao longo do ano, para já, só posso dizer que está tudo a correr muito bem!

 

Somos todos anjos com uma asa só; e só podemos voar quando abraçados uns aos outros”

Luciano De Crescenzo