Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mar

literatura, cinema e afins

mar

literatura, cinema e afins

Sab | 30.06.18

Cinema | Opinião: "Lady Bird"

Mar Pereira

123.PNGTítulo: Lady Bird

Ano: 2017

Género: ComedyDrama

Diretor(a): Greta Gerwig

Principais Atores: Saoirse RonanLaurie MetcalfTracy Letts, Timothée Chalamet

IMDb7,9/10

Sinopse: “Uma história que explora o humor e a emoção na turbulenta ligação entre uma mãe e a sua filha adolescente.

Apesar de Christine “Lady Bird” McPherson lutar contra isso, é exatamente igual à sua extremamente apaixonada, profundamente opinativa e muito teimosa mãe, que trabalha incansavelmente como enfermeira para sustentar a sua família depois do pai ter perdido o emprego. Uma história passada em Sacramento, Califórnia, em 2002, no meio de um cenário de rápida mudança da economia americana.” (SAPO Mag)

XXXXx.png

Livre de spoilers

A estrear nas salas portuguesas em março, nomeado para 5 Oscars, entre os quais Melhor Filme, Melhor Diretora e Melhor Atriz, e vencedor de 2 Globos de Ouro, Melhor Filme de Comédia/Drama e Melhor Atriz em Comédia/Drama, Lady Bird está a correr o mundo e as notícias pela nomeação de Greta Gerwig ao Oscar de Melhor Diretor(a), categoria que costuma apenas contar com caras masculinas.

 

Capturar.PNG

  

A adolescência não é propriamente um momento fácil – eu, como adolescente, devo sabê-lo melhor do que ninguém, já que estou a passar por esse “estado” neste momento – acaba por ser uma montanha russa enorme, em todos os sentidos. A Lady Bird (ou Christine) é precisamente a representação de uma adolescente rebelde, que quer viver a vida à sua maneira, que não quer fazer o que lhe dizem, que quer tornar-se independente. Entre caminhos de guerra e paz, de amor e ódio, de verdade e mentira, vemos a personagem crescer, não só em idade. Acompanhamos o seu percurso atribulado, contado de uma maneira extraordinariamente boa.

Este filme tem tudo para se tornar algo facilmente apaixonante – boas atuações, grandes personagens, uma história para refletir.

Quando comecei a assistir Lady Bird, contava com mais um filme cliché, com um filme mais do mesmo, com um filme banal. Quando o acabei, estava lavada em lágrimas, e tinha a certeza de que tinha encontrado um dos meus filmes favoritos do ano!

A própria diretora diz que “Lady Bird é a celebração das relações entre mulheres e as suas mães”, e, muito sinceramente, nada do que eu pudesse tentar dizer-vos podia descrever melhor o filme.

 

XXXXx.png

★★★★★★★★☆☆

8/10 - Muito Bom

 

 Até breve! 😊